segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

A Revolução dos Bichos

“Lembro-vos também de que na luta contra o Homem não devemos ser como ele. Mesmo quando o tenhais derrotado, evitai-lhe os vícios. Animal nenhum deve morar em casas, nem dormir em camas, nem usar roupas, nem beber álcool, nem fumar, nem tocar em dinheiro, nem comerciar. Todos os hábitos do Homem são maus. E, principalmente, jamais um animal deverá tiranizar outros animais. Fortes ou fracos, espertos ou simplórios, somos todos irmãos. Todos os animais são iguais.”
George Orwell

Imortalidade

A saudade não morre nunca.
(filha da mãe!)

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

TENTATIVA - Franz Kafka

Hoje, eu tentei
com a manhã renascer...
Comecei fingindo viver,
esperando o que vinha em seguida.
No anseio de um dia melhor
me perdí nos caminhos do sol,
fui parar na mesmície da vida...



"De um certo ponto adiante não há mais retorno.
Esse é o ponto que deve ser alcançado."

Minha Canção do Exílio - Franz Kafka

Minha canção do exílio
é a canção de mim mesmo
é a de quem anda perdido
vagando triste e a esmo.

Em vez de sabiá existe
nas palmeiras de minha alma
um pobre rouxinol triste
a cantar na noite calma.

Não permita Deus que eu sofra
e minha vida chegue ao fim
sem que eu volte para o EU
que anda perdido de mim.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Honestidade

Estou cansada de me esconder, cansada de energias desperdiçadas e emaranhadas, cansada de hipocrisia, cansada de agir como se tivesse algo a esconder. Cada um é o que é, e a desonestidade de se esconder atrás de um diploma, de um título ou de qualquer forma e reunião de palavras, ainda é exatamente isso: desonesta. Descubro-me inevitavelmente encontrando um certo consolo na pergunta essencial de Robert Lowell: E, no entanto, porque não dizer o que aconteceu?
Uma Mente Inquieta
Kay Redfield Jamison

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Casulo

Vontade de ir embora de mim...
Mas não dá.

Considerações Neurológias


os olhos são MESMO a janela da alma...

À quoi ça sert l'amour? - Edith Piaf

À quoi ça sert l'amour? On raconte toujours. Des histoires insensées À quoi ça sert d'aimer?L'amour ne s'explique pas! C'est une chose comme ça! Qui vient on ne sait d'où Et vous prend tout à coup. Moi, j'ai entendu dire Que l'amour fait souffrir, Que l'amour fait pleurer, À quoi ça sert d'aimer? L'amour ça sert à quoi? À nous donner de la joie Avec des larmes aux yeux... C'est triste et merveilleux!Pourtant on dit souventQue l'amour est décevantQu'il y en a un sur deux Qui n'est jamais heureux... Même quand on l'a perdu L'amour qu'on a connu Vous laisse un goût de miel L'amour c'est éternel! Tout ça c'est très joli, Mais quand tout est fini Il ne vous reste rien Qu'un immense chagrin...Tout ce qui maintenant Te semble déchirant Demain, sera pour toi Un souvenir de joie! En somme, si j'ai compris, Sans amour dans la vie, Sans ses joies, ses chagrins, On a vécu pour rien? Mais oui! Regarde-moi! À chaque fois j'y crois! Et j'y croirai toujours... Ça sert à ça, l'amour! Mais toi, t'es le dernier! Mais toi, t'es le premier! Avant toi, y avait rien Avec toi je suis bien! C'est toi que je voulais! C'est toi qu'il me fallait! Toi qui j'aimerai toujours...

Ça sert à ça, l'amour!...

sábado, 13 de setembro de 2008

Apendice

uma coleção de ps's
só que pior.
no fim da carta todo mundo lê o ps.
depois de ler o livro, quem lê o apêndice?
muitos ps's são piores do que um.

Classificação

verbo de 3ª conjugação,irregular, imperfeito,transitivo e indireto.

P.S - Post Scriptum

o que se escreve depois que tudo já foi dito. vem depois da mensagem, da despedida, do "com carinho", do "atenciosamente", do "beijos". vem depois da vírgula, depois da identificação, depois do ponto final. às vezes escrito com letras pequenininhas no final da página. importante o suficiente para ser lembrado, mas nem tanto, quando se lembra do que foi quase esquecido...

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Carlos Drummond de Andrade

Pra Sempre
Por que Deus permiteque as mães vão-se embora?Mãe não tem limite,é tempo sem hora,luz que não apagaquando sopra o ventoe chuva desaba,veludo escondidona pele enrugada,água pura, ar puro,puro pensamento.Morrer acontececom o que é breve e passasem deixar vestígio.Mãe, na sua graça,é eternidade.Por que Deus se lembra- mistério profundo -de tirá-la um dia?Fosse eu Rei do Mundo,baixava uma lei:Mãe não morre nunca,mãe ficará semprejunto de seu filhoe ele, velho embora,será pequeninofeito grão de milho.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Cálculo II


em mim não existe sinal de subtração
tudo é somado, multiplicado e me divido.
(e me dividem)

Margem de Segurança

O segredo é ser x - 1
É sempre importante
uma margem de segurança.
Ser precavido. Ser prudente.

Mas essas coisas nunca funcionam comigo

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Enquanto isso na aula de Francês... II

Seul
Seule
Soul


- Sózinha




tô meio dadaísta hoje...

Enquanto isso na aula de Francês...


Je fais un travail dangereaux et trés utile.
Je lutte contre le feu et je sauve des vies humaines et animales
- POMPIER

Bombeiro= Pompier
Pompier = Pompéia
Pompéia= Vesúvio
Vesúvio é o vulcão que entrou em erupção e destruiu a cidade.
Vulcão, fogo, destruição e tal... precisou de gente pra apagar o fogo?
Salvar as pessoas? Fazer alguma coisa pela cidade de Pompéia!

É por isso, o nome?!


- Elle est un voyageur...

Experimentos

Estudar comepensa. Fato.
Agora só falta descobrir se o crime também!

Volta às aulas

-E aí minha filha, como foi o primeiro dia de aula?
-Legal mãe, a profª faltou e ganhei uma viagem para Marília (Y)

domingo, 20 de julho de 2008

...


as vezes eu sei, as vezes não
as vezes eu ganho, as vezes eu perco. muitas vezes, talvez.
as vezes acerto outras tantas eu erro...
e dessas ultimas vezes sempre me lembro mais.
as vezes quero ir embora, as vezes dá medo e prefiro ficar.
as vezes tenho tanta raiva,
mas ela vai do mesmo jeito que vem.
as vezes tô chorando, as vezes rindo.
as vezes os dois, nenhum dos dois.
as vezes sou grande, desse tamainho...
as vezes não tenho medida, as vezes eu cabo em qualquer lugar.
as vezes eu quero, as vezes desisto.
as vezes desisto mesmo querendo
as vezes insisto mesmo sem querer mais.
as vezes é sempre, as vezes nunca mais

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Demasiado Humano

403. Meios de levar todos a fazer tudo - Através de inquietações, medos, sobre carga de trabalho e de pensamentos é possível fatigar e enfraquecer qualquer homem, de modo que ele não se opõe a algo que tem aparência de complicado, cedendo a isso - como bem sabem os diplomatas e as mulheres

- Nietzsche

A Morte de Ivan Ilitch

" ... pessoas para as quais cargos são especialmente criados, os quais, embora fictícios, pagam salários que nada têm de fictícios e dos quais eles continuam vivendo o resto da vida."

- Leon Tolstoi

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Por essa e outras III

-já pensou que esse mar... é o mesmo do dilúvio?
-lá vem...
-tipo, e a mesma água do mar vermelho que se abriu?
-não é não...
-éeee, e imagina! quantas pessoas passaram por essa praia tomaram banho nesse mesmo mar! uns 196 milhões de pessoas!
-é, 196 milhões de pessoas mijaram nesse mar! o mar é mijo de 196 milhões de pessoas! pronto. acabei com a poesia!


ahuahuahuahuahau.
meu poeta favorito.

Por essa e outras II

- Tipo, tu tá voltando hoje... e não tem nada que tu queira
que eu mude sei lá... nada que...
- Não.
- Ah, o Rei das críticas, não tem nada pra dizer?
- Não. Pra mim, você é perfeita.
- (...)
- Por que? Pode não?

domingo, 6 de julho de 2008

Escola Dominical

"Ah é? Se Deus existe por que tem gente passando fome? Por que tem gente matando os outros? Por que Ele não salva todo mundo? Por quê, Por quê, Por quê ..."
Hoje eu aprendi que posso até tentar responder essas perguntas.
Mas Deus não precisa que eu seja advogada dEle
Deus não precisa de advogado.
Quem precisa de advogado somos nós.
Porque no fim, quem faz as perguntas é Ele...
( e quem tem as resposta também)

sábado, 5 de julho de 2008

Robert Louis Stevenson


Minha análise da alma, da psique humana, leva-me a crer que o ser humano não é verdadeiramente um, mas verdadeiramente dois. Um deles esforça-se para alcançar tudo que é nobre na vida. É o que chamamos de lado bom. O outro, quer expressar impulsos que prendam-no a obscuras relações animais com a terra. Esse é o que podemos chamar de mal. Ambos travam um eterno combate no íntimo da natureza humana, e contudo, estão atados um ao outro. E este elo provoca a repressão ao mau e remorsos no bom. Agora, se esses dois seres pudessem ser separados um do outro, quão livre o bom em nós poderia ser, que alturas poderia alcançar! E o assim chamado mal, uma vez liberto, buscaria sua própria realização, e deixaria de nos perturbar...
(O Médico e o Monstro)

"Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concuppiscência da carne. Porque a carne milita contra o Espírito , e o Espírito contra a carne, porque são opostos entre si. "

Gálatas 5:16-17

sábado, 17 de maio de 2008

Kings Of Convenience

Even if I could hear what you said

I doubt my reply would be interesting for you to hear

Because I haven't read a single book all year

And the only film I saw, I didn't like it at all

I'd rather dance, I'd rather dance than talk with you

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Lewis Carroll



"But I don't want to go among mad people," Alice remarked.
"Oh, you can't help that," said the Cat:
"We're all mad here. I'm mad. You're mad."
"How do you know I'm mad?" said Alice.
"You must be," said the Cat, "or you wouldn't have come here."


quarta-feira, 23 de abril de 2008

Maiakovisk




E o sol:“Está certo, mas não se desgoste, não pinte as coisas tão pretas.E eu? Você pensa que brilhar é fácil? Prove, pra ver! Mas quando se começa é preciso prosseguir e a gente vai e brilha pra valer!” Conversamos até a noite ou até o que, antes, eram trevas Como falar, ali, de sombras? Ficamos íntimos,os dois. Logo,com desassombro, estou batendo no seu ombro. E o sol, por fim:“Somos amigos pra sempre, eu de você, você de mim. Vamos, poeta, cantar, luzir no lixo cinza do universo. Eu verterei o meu sol e você o seu com seus versos". O muro das sombras, prisão das trevas,desaba sob o obus dos nossos sóis, de duas bocas. Confusão de poesia e luz, chamas por toda a parte. Se o sol se cansa e a noite lenta quer ir pra cama, marmota sonolenta, eu, de repente,inflamo a minha flama e o dia fulge novamente.



Brilhar pra sempre, como um farol,
Brilhar com brilho eterno,
Gente é pra brilhar,
Que tudo o mais vá pro inferno,
Este é o meu slogan
E o do sol.

sábado, 19 de abril de 2008

C.S Lewis


"Descende de Adão e Eva. É honra suficientemente grande para que o mendigo mais miserável possa andar de cabeça erguida, e também vergonha suficientemente grande para fazer vergar os ombros do maior imperador da Terra..."

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Biblialectos

" O Céu é o autor da virtude

que há em mim.
O que pode Huan T'ui

fazer comigo?"
Confucio


Porque Deus se revela,
A Qualquer um
A Qualquer hora
Em qualquer lugar



"Em Deus, cuja palavra eu louvo, em Deus eu confio, e não temerei. Que poderá fazer-me o simples mortal?” (Sl .56.4).
“Confio em Deus, cuja palavra louvo, no SENHOR, cuja palavra louvo, em Deus eu confio, e não temerei. Que poderá fazer-me o homem?” (Sl. 56.10-11).

Diplomacia

"A habilidade de falar por meio do disfarce de um citação era particularmente útil em conversas diplomáticas. Aquele que fala não ofende, ao passo que aquele que ouve pode entender o aviso"
Confuncio


aaaaah.
isso explica muita coisa
largar medicina e fazer relações internacionais

"Quando a verdadeira opinião de alguém é amortecida por uma citação, é sempre possível que esse alguém negue, posteriormente, que tal significado, seja qual for, tenha sido intencional. Por essa razão, tais práticas persistiram até os dias de hoje"

T'ien Ming

-Decreto do Céu
" O Céu se importa profundamento com o bem estar do povo"

Analectos

quarta-feira, 16 de abril de 2008

domingo, 13 de abril de 2008

domingo, 6 de abril de 2008

Médico Paciente

o triste de ser médico,
é inevitavelmente acabar descobrindo
o quanto você é doente.



- e não poder fazer nada por você :'/

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Paulo Leminsk

No fundo, no fundo, bem lá no fundo,
a gente gostaria de ver nossos problemas resolvidos por decreto
a partir desta data, aquela mágoa sem remédio é considerada nula
e sobre ela — silêncio perpétuo

extinto por lei todo o remorso,
maldito seja que olhas pra trás, lá pra trás não há nada, e nada mais
mas problemas não se resolvem, problemas têm família grande,
e aos domingos saem todos a passear o problema, sua senhora
e outros pequenos probleminhas.

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Coisa Tua

- alice ruiz

assim que vi você
logo vi que ia dar coisa
coisa feita pra durar,
batendo duro no peito
até eu acabar virando
alguma coisa parecida com você

parecia ter saído
de alguma lembrança antiga
que eu nunca tinha vivido,
mas ia viver um dia
alguma coisa perdida
que eu nunca tinha tido
alguma voz amiga
esquecida no meu ouvido


agora não tem mais jeito,
carrego você no peito
poema na camiseta
com a tua assinatura
já nem sei se é você mesmo
ou se sou eu que virei alguma coisa tua

Estrelas

Eu tenho a luz das estrelas
Na palma da mão
Mas tudo o que eu mais quero
É o seu coração
Eu posso andar no arco-íris
Dar prata ao luar
Mas no céu azul
No azul do mar
Quero poder te tocar


Não importa o quanto seu namorado seja perfeito, as maiores declarações de amor sempre virão do seu Pai. Digaí? Todas as estrelas do universo cabem na palma da mão dEle! Ele é dono de tudo que existe e ainda assim quer você...

sábado, 29 de março de 2008

Tell me baby, what your story?



Tell me baby what's your story
Where you come from
And where you wanna go this time on
Tell me lover are you lonely
The thing we need is
Never all that hard to find out
Tell me baby what's your story
Where do you come from
And where you wanna go this time on
Your so lovely are you lonely
Giving up on the innocence you left behind

Talento

Eu gosto desse dom que você tem de me adivinhar.

Sobre a vida

as vezes ela pensa que a vida
é uma é como daquelas canções dos Beatles

Aposta

Com Deus é assim:
Cara, Ele ganha
Coroa, você perde

já pensou nisso?

quarta-feira, 26 de março de 2008

Devocional


"... tornaram-se nulos em seus prórios raciocínios , obscurecendo-se-lhes o coração insensato. Inculcando-se de sábios tornaram-se loucos e mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança a imagem de homem corruptível..." Rm 1:21-23



isso explica tanta coisa

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

terça-feira, 1 de janeiro de 2008

Vinicius de Moraes

É claro que a vida é boa
E a alegria, a única indizível emoção
É claro que te acho linda
Em ti bendigo o amor das coisas simples
É claro que te amo
E tenho tudo para ser feliz
Mas acontece que eu sou triste...
- Dialética
Calma, moça.
Vinicius tava mal com Deus
quando escreveu isso...

Meio Disease


afecção que pode acometer qualquer pessoa de qualquer idade, raça e condição social. carcateriza-se pela manifestação de um sinal patognomônico: deixar tudo pela metade.


é. isso mesmo. desde frases, pensamentos, escrevendo, falando, seja um projeto, seja uma vontade, seja a vida. o paciente se encontra impossibilitado de concluir aquilo que começou. logo, tudo acaba ficando assim, pela metade: um sentimento, meio sentimento - as vezes é bom, em vez de uma raiva completa ele só apresenta meia raiva; mas as vezes é péssimo - quando ele tem algo importante a dizer, começa a falar mas [ devido a sua incapacidade] muda de idéia, deixando o que era importante [ sabe-se lá o que] apenas meio importante. e coisas meio importantes não têm importância nenhuma. uma nota de cem reais, vale cem reais. meia nota de cem reias, não vale nada. essa doença vai se cronificando com o tempo e possui um prognóstico difícil, tanto para o paciente quando para os que convivem com ele. se alguém descobrir um tratamento eficaz, favor entrar em contato.