quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Bastidores

Meu pai, me permita viver isso.
Me permita contar essa história
com verdade, brilho e magnetismo.
Me permita levar estas pessoas
pro campo dos sonhos (...)

E esta noite, com a minha arte
transformar um pouco, cada uma delas

- Denise Fraga

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Auschwitz

“From tomorrow on, I shall be sad
—From tomorrow on! Not today: no!
Today I will be glad .
And every day, no matter how bitter it be,
I will say:From tomorrow on, I shall be sad, Not today”




Poema encontrado em língua yiddish na parede
de um dos dormitórios de crianças do campo de extermínio nazista de Auschwitz

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Nação Zumbi

Depende da hora,
Da hora, da cor e do cheiro
Cada cor tem o seu cheiro
Cada hora lança sua dor
E dessa insustentavel leveza de ser
Eu gosto mesmo é de vida real
(...)

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Embromation

video

Esquecendo a letra, cantando errado. Quem liga? Delícia de inglês!

Gotta Be Somebody!


`Cause nobody wants to be the last one there.
'Cause everyone wants to feel like someone cares.
Someone to love with my life in their hands.
There`s gotta be somebody for me like that.
- Nickelback




Ah, se ele soubesse...

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Ledo Ivo



"Isto será a eternidade
Um incessante subir de escadas.
E sempre estarás no começo da escadaria
Muito embora todos os dias sejam degraus.
Deus, por que fizeste a eternidade?
Por que nos obrigas a subir tantas escadas?"

Poema Transitório - Quintana

(...) é preciso partir
é preciso chegar
é preciso partir
é preciso chegar...
Ah, como esta vida é urgente!...
no entanto
eu gostava mesmo era de partir...
e - até hoje - quando acaso embarco
para alguma parte
acomodo-me no meu lugar
fecho os olhos e sonho:viajar, viajar
mas para parte nenhuma...
viajar indefinidamente...
como uma nave espacial perdida entre as estrelas.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Já era Uma Vez...

Era uma vez uma história bem pobrezinha, tão pobrezinha que não tinha personagens, não tinha começo, não tinha meio, não tinha fim, nem enredo ela tinha. E para que serve uma história sem enredo? A pobre da nossa história andava por aí pedindo:
— Um enredo, pelo amor de Deus!
Mas ninguém dá a mínima atenção a uma história sem enredo.
- Paulo Leminski

Enchantagem

    • De tanto não fazer nada,
    • Acabo de ser culpado de tudo
- Paulo Leminski

Paulo Leminski II

coração
PRA CIMA
escrito em baixo
FRÁGIL

Paulo Leminski

"Minha alma breve, breve
o elemento mais leve
na tabela de mendeleiev"

Curious Case of Benjamin Button

"I wanna remember us just as we are now"